Serras e Lago em até 3 dias

Se você está na cidade de Palmas ou em um dos municípios do entorno e dispõe de até 3 dias para conhecer esta região, pode começar fazendo um citytour, a partir da capital. A maioria das agências disponibiliza pacotes com roteiros que começam na Praça dos Girassóis, uma das maiores do mundo e onde estão localizados diversos monumentos históricos, além do Marco do Centro Geodésico do Brasil.  A Praça abriga as sedes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de boa parte da estrutura administrativa do estado. 

 A visita ao Palácio Araguaia, sede do Governo do Estado, com seus painéis em azulejos pintados, vitrais e as frisas da fachada do prédio, é uma ótima oportunidade de conhecer parte da história do Tocantins. Ainda na Praça dos Girassóis, podem ser visitados diversos outros monumentos como o Memorial Coluna Prestes, a Praça Krahô, o Relógio de Sol e o Cruzeiro, que foi o primeiro monumento artístico e histórico erguido em Palmas. 

Saindo da Praça, outro atrativo cultural relevante é o Museu Histórico do Tocantins (Palacinho), que reúne uma série de temas que contam um pouco da história da formação do estado, da culturas de comunidades remanescentes de quilombolas, comunidades indígenas e os festejos tradicionais e religiosos. O local fica aberto a visitação de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, e aos sábados, das 8 às 12 horas. 

O Parque Cesamar reúne diariamente centenas de pessoas que utilizam esta imensa área verde para a prática de atividades esportivas e de recreação.  Além de contemplar a bela vista do parque, você pode aproveitar a visita para passear de pedalinho no lago formado pelo córrego Brejo Comprido, fazer trilhas, piqueniques, além de sediar eventos esportivos como bicicross, corrida de rua e passeios de bicicleta. O parque fica aberto à visitação todos os dias, das 5 às 23 horas. 

Não importa por onde tenha passado o dia, não deixe de encerrá-lo curtindo o por do sol na Praia da Graciosa. É, com certeza, um dos mais belos que verá. 

A noite, a cidade oferece alternativas diversas de bares e restaurantes. Às sextas-feiras, umas das mais tradicionais atividades noturnas do palmense e visitantes é a  Feira da  304 Sul, opção para compras de verduras e legumes, artesanatos diversos, além de ponto de encontro de amigos e famílias para desfrutar dos pratos típicos da região.  Aos domingos, você não pode deixar de visitar, a partir das 16 horas, a tradicional Feira do Bosque, no Bosque dos Pioneiros. No local, mais de 180 artesãos comercializam seus produtos utilizando o capim dourado, a madeira, a palha, a cerâmica, o tecido, o ferro e pedras; além das barracas de alimentação que servem comidas típicas.

 -------------

 No segundo dia, uma opção é desfrutar do imenso lago (de 630 km2) formado pela construção da Usina Hidrelétrica Luis Eduardo Magalhães, nele, podem ser praticados diversos esportes náuticos e estão presentes, o ano inteiro, ótimas praias de águas doces.  Em Palmas, as praias da Graciosa, do Prata, do Caju, dos Buritis, das Arnos e a Ilha Canela são permanentes e contam com infraestrutura e barracas, onde o turista pode desfrutar de incríveis opções culinárias, como o tradicional tucunaré frito ou assado; além de apreciar umas das características mais marcantes da cidade: o pôr do sol incomparável.

 Uma vez no lago, as alternativas de diversão são muitas. O stand up paddle, a canoagem, os passeios de lancha e flutuante estão entre os mais pedidos. Mas as águas mansas também possibilitam a prática de uma infinidade de outros esportes náuticos, como remo, iatismo, esqui aquático e natação.

Em toda a sua extensão, o lago também é o destino dos amantes da pesca esportiva, pela diversidade de espécies encontradas, como tucunarés, piaus, caranhas, mandis, entre outras. 

 

---------

 

Agora, se você é amante do ecoturismo e do turismo de aventura, a sugestão é que dedique um dia para desfrutar das trilhas e cachoeiras do Polo Ecoturístico de Taquaruçu, a 32 km do centro de Palmas. Para muitos moradores da Capital, o lugar é uma espécie de refúgio, para onde vão em busca de recarregar as energias. Mas Taquaruçu também é cenário perfeito para quem quer adrenalina. São mais de 80 cachoeiras, paredões, grutas, córregos e mirantes, num local onde se pode praticar atividades como rapel, tirolesa, trilhas - tanto a pé quanto de bicicleta - e se refrescar nas águas geladas.

Entre os principais atrativos, estão a Cachoeira da Roncadeira - com 70 metros de altura, a Cachoeira do Evilson, Cachoeira do Vale do Vai Quem Quer, Cachoeira Raizana, cachoeira bela vista e a Cachoeira da Fazenda Ecológica.

Se você quer um passeio com muita emoção, radicalize saltando da tirolesa Voo do Pontal. Ela possui 1.300 metros de extensão e na parte mais alta atinge 150 metros do chão.

O distrito é palco de diversos eventos culturais  e abriga, todo final de semana, a tradicional Feirinha da Serra, com comidas típicas e artesanato regional, com elementos da cultura local, como o artesanato à base da palha do babaçu e buriti, além da boneca de bucha.

MAIS:

Centro de Atendimento ao Turista (Catur): Localizado no centro do distrito, o Catur fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas e aos finais de semana e feriados das 8 às 16 horas. Nele você encontra mapas e guias do distrito e seus atrativos.