Serras Gerais

Localizada entre os municípios de Aurora do Tocantins e Taguatinga, as Serras Gerais do Tocantins fazem parte da maior cadeia de serras do Brasil e, além das maravilhas naturais, guardam tradições, arquitetura colonial,  história e cultura como as cavalhadas, as festa do Senhor do Bonfim e do Divino Espírito Santo, outras festas folclóricas e religiosas herdadas do colonialismo e da era do ciclo do ouro, como em Natividade, quando o município era grande produtor de joias. Ainda se podem encontrar na cidade joias artesanais fabricadas por artífices locais.

Em toda a região, o ecoturismo é propiciado por uma profusão de rios, canyons, cachoeiras e cavernas como em Dianópolis, município que também guarda tradições ancestrais dos povos quilombolas. Outro município na região  é Peixe, que de maio a outubro oferece praias de água doce na margem do rio Tocantins. Em meio toda a fauna, flora e outras belezas naturais, o visitante pode apreciar também os centros históricos de Natividade, Dianópolis e Arraias, que em suas ruas estreitas e muros de pedra construídos por escravos guarda memórias da história do Tocantins.

Há ainda  as magníficas formações rochosas, serras, o Canyon Encantado, Cachoeirinha, Gruta dos Caldeirões, Cachoeiras, o Arco do Sol, Cachoeirinha e o rio Azuis, considerado o menor rio do Tocantins e o terceiro menor do mundo, com apenas 147 metros de comprimento, e fica no povoado de mesmo nome no município de Aurora do Tocantins. Trakking, snorkel, rafting, trilha, canoagem, banhos de cachoeira, contemplação da natureza e muitas outras atividades podem ser praticadas em toda a região tocantinense das Serras Gerais.