Jatobá

A utilização do Jatobá na confecção de artesanato é comum na região norte e central. As cascas e sementes junto com pedaços de madeira, bucha vegetal e retalhos de pano, produzem estatuetas ou bonecos que impressionam por seu significado, retratando as cenas mais típicas do cotidiano do interior do Tocantins. O boneco de jatobá é confeccionado em Ananás, Porto Nacional e em outros municípios do Estado.

A árvore, que pode ser encontrada na Amazônia, Cerrado, Pantanal e também na Mata Atlântica, chega aos 40 metros de altura. O nome vem do Tupi, e quer dizer árvore com frutos duros.

No Tocantins, artesãos aproveitam a vegetação típica do cerrado para fazer bolsas, chapéus, bijuterias, bonecos e uma diversidade de produtos. O fruto do jatobá, descartado pela natureza, é reciclado e transformado em verdadeiras obras de arte, retratando um pouco do artesanato regional produzido a partir de frutos, sementes e folhas de árvores e plantas típicas da região.