Artesanato em Capim Dourado

Artesanato típico da região do Jalapão. Feito em capim dourado que é a haste de uma flor branca da família das sempre-vivas, cientificamente conhecido de Syngonanthus niten. São mais de cinquenta produtos feitos a partir do capim dourado, e entre as principais peças estão bolsas, pulseiras, potes, brincos, chapéus, mandalas e enfeites de todos os tipos.

Uma das mais importantes artesãs foi Guilhermina Ribeiro da Silva, mais conhecida como Dona Miúda, falecida em 2010. Ela aprendeu o ofício com sua mãe, que aprendeu de sua avó, e é uma herança do povo indígena Xerente. Foi com o artesanato que Dona Miúda criou os seus doze filhos, ela viajava com os filhos até as cidades próximas a fim de vender as peças que havia produzido

A arte de trabalhar o Capim é passada de geração a geração nos locais onde se originaram, como Ponte Alta, Novo Acordo, Santa Tereza, Lagoa do Tocantins e no Prata, além das já citadas Mumbuca e Mateiros, todas na região do Jalapão, sendo importante fonte de renda para muitas famílias.

Atualmente, o Capim Dourado ganhou popularidade e não mais está presente apenas no Tocantins como também é largamente utilizado em todo o Brasil e até no exterior. Por isso, ele ganhou um selo de identificação geográfica que o coloca como produto único e típico do Tocantins.

Onde encontrar: Na Comunidade Mumbuca existe uma loja de artesanato com peças em capim dourado. Pode-se chegar à Comunidade pela estrada para São Félix (TO-110), a 22 km da sede do município de Mateiros.